processos de negligência médica

É verdade que grande parte dos processos de negligência médica surgem de erros infelizes, e
não de malícia. Esse fato, no entanto, não altera o impacto que esses erros podem ter na vida
e na saúde do paciente envolvido. O descuido pode ser um efeito colateral lamentável das
longas horas em que muitos de nossos profissionais de saúde trabalham, mas permanece
inaceitável, principalmente para aqueles cujas vidas são alteradas irreparavelmente como
resultado de um erro desse tipo.

As ações de negligência médica não são, como às vezes retratadas na mídia, a maneira de o
paciente encontrar vingança contra o sistema médico que o tratou injustamente. Tais
estereótipos negativos apenas impedem as pessoas inocentes que procuram a ajuda que
merecem. Essas ações são uma maneira de um paciente lesionado receber uma compensação
financeira pelo mal que foi, talvez involuntariamente, realizado contra eles, uma compensação
financeira que geralmente é gasta na adaptação do estilo de vida do paciente para
corresponder às novas circunstâncias. Afinal, nenhuma quantia de dinheiro pode desfazer o
que foi feito. As ações de negligência médica não são uma maneira de resolver problemas, elas
simplesmente ajudam a aliviar a dor e o sofrimento que foram causados.

A negligência médica não precisa envolver erros de manchete; embora a definição varie entre
os estados, a má prática pode ser constituída por negligência ou desconsideração. Se você
estiver em dúvida se o seu caso pode ser adequado para esse tipo de ação judicial, é sempre
aconselhável entrar em contato com um advogado. E tente impedir que esse tipo de incidente
infeliz aconteça com você – verifique o histórico do seu médico antes de prosseguir com o
tratamento para garantir que você realmente esteja se colocando em boas mãos.

Corretora Allcross Unimed Fortaleza